...

23 de maio de 2012

Nosso Testemunho


Desde mocinha sonhei em ser mãe, dona de casa, esposa... Por um período esse sonho foi sufocado, pois meus pais se divorciaram eu eu passei a ter um olhar diferente (mundano) sobre família, mas em 1997 tive um encontro que mudou a minha vida, eu me encontrei com Jesus.Desse dia em diante muito foi o trabalhar de Deus em mim, restaurando cada área despedaçada da minha vida. Minha juventude não foi fácil, principalmente depois do assassinato do meu pai (1999), ele mesmo estando em outra cidade nos sustentava de tudo, após sua morte eu tive que descobrir o que é ralar para garantir o pão de cada dia, não foi fácil porém o Senhor sempre esteve comigo .
Os anos foram passando, decepções eu fui sofrendo, mas Deus nunca me deixou desistir, mesmo trabalhando muito eu nunca deixava de ir a igreja, crescendo a cada dia e prosseguindo no chamado de Deus para a minha vida. Em 2006 me casei, já sarada e com uma nova visão sobre família, sobre ser mãe, esposa, dona de casa, e esposa de pastor também e é aqui que o meu testemunho começa.
2007 ano em que decidimos nos preparar para a chegada da nossa filha a tão sonhada Júlia ou Ana. Fui ao médico e contei do meu sonho e decidimos fazer os exames. Foram muitos exames, colhendo sangue  fazendo ultrassom... foi assim que descobrimos que eu era estéril. Meu mundo desabou, sai daquele consultório só os cacos, parecia que não tinha chão pelas ruas da cidade...cheguei em casa e desabei aos prantos, chorar, chorar e chorar era só o que eu conseguia  fazer. Depois de desabafar fui conversar com Deus, e o seu doce espírito cantava pra mim "em tempo de guerra, NUNCA PARE DE LUTAR não baixa a guarda, nunca pare de lutar, em tempo de guerra, nunca pare de adorar, libere a palavra profetiza sem parar, que o escape, o descanso, a cura a recompensa vem sem demora.." E assim fui seguindo enxugando às lagrimas e adorando, profetizando que a qualquer hora a Júlia chegaria. Alguns meses se passaram e  comecei a ter cólicas fortes todas as noites, e minha mãe que estava passando uns dias com a gente disse:"você está gravida!", e eu não acreditava, temia até fazer o exame. Logo ela voltou pra sua casa e um dia me deu uma vontade de fazer o exame, como eu estava sozinha em casa decidi comprar um teste de farmácia, e??? .... o milagre aconteceu, eu estava grávida!!!!foi pura festa!!!
01 de fevereiro de 2008, 34 semanas de gestação se passaram e a Ju chegou antes da hora, nossa mais um pesadelo, foi muito difícil ver minha filha tão pequenina e frágil em uma encubadora, Jesus!!! como eu sofri...mas logo ela saiu, ficou na U.T.I 35 dias só para ganhar peso.
2010 a Ju já estava com 2 aninhos e 9 meses quando aos poucos foi desaprendendo a comer, além ter alguns atrasos que os médicos diziam ser normais para um bebê prematuro, porém não era só a prematuridade, era pior, mas nós ainda não sabíamos... com a crise de disfagia intensa tivemos que ir de ambulância para Porto Velho pois os pediatras da nossa cidade não sabiam mais o que fazer, 10 de novembro de 2010 aqui chegamos, direto para o pronto socorro onde ficamos por 3 meses, aqui sofremos com passagem de muitas sondas naso-enteral, muitas furadas de agulha, muita solidão, muito maus tratos de médicos, enfermeiras, um inferno aqui na terra, porém o doce Espírito estava comigo cantando " não desista não pare de crer OS SONHOS DE DEUS jamais vão morrer, não desista não pare de lutar, não pare de adorar....", por mais que a morte no cercasse, havia a certeza que minha menina continuaria conosco. Como os médico daqui não descobriram o que ela tinha, fomos então encaminhada para São Paulo - SP (Instituto da Criança), lá foi totalmente diferente outro mudo, outro tratamento, lembro-me da primeiro consulta onde o médico disse: "mãe sua filha é muito especial, precisa de cuidados especiais e nós de tempo para descobrirmos o que está acontecendo com ela". Minha filha especial???? A ficha aí terminou de cair. Eu decididamente era mãe especial, o meu rebento era diferente...Jesus quantas criticas, quantos julgamento sofri na igreja, "tá vendo é por isso que a filha dela nasceu assim!", é por isso que Deus fez a filha dela assim, pra ela aprender..."...Como? Porque eu? O que eu fiz??? Ai que dor!!! ...mas enquanto me julgavam o Doce Espírito cuidava de mim e da Ju  e eu entoava mais uma canção "quando tudo parece estranho ao redor  BUSCAR TUA FACE É PRECISO, quando agente não sabe o que está ocorrendo..." ...Durante muito tempo indaguei o Senhor e aos poucos Ele foi me respondendo e ao mesmo tempo me fortalecendo. Nossas viagens para São Paulo continuam sempre, ido e vindo, pois o diagnóstico ainda não foi fechado, e sempre que há uma viagem ou mais uma etapa a ser vencida aquela doce voz canta para mim "teu nome é CORAGEM , valente de Deus!", respiro fundo recebo novas forças e sigo em frente. Confesso que não é nada fácil, às vezes me sinto sem forças, ontem mesmo eu estava assim e até postei  no blog, sobre o sonho que eu tive, eu estava com uma vontade imensa de desistir, mas Deus me deu um sonho onde a Pastora Ludmila chegava em minha casa cantando EU TI ESCOLHI e ti remir, eu sarei tuas feridas....  assim tem sido a minha vida, cheia de obstáculos, de dificuldades, mas também cheia da presença de Deus, hoje sou por Ele carregada, sei que Deus resolveu fazer uma trilha sonora na minha vida com as músicas da Pastora Ludmila, se eu fosse falar de cada canção eu não iria parar de escrever, mas tudo tem que ser resumido, senão ninguém vai ler um texto infinito...rsrsrs...eu sou aquela  aflita e arrojada, alma cansada, desamparada,  de espírito abatido, mas que crer que OS SONHOS VOLTARAM. pois minha Ju está comigo, seguindo no seu tratamento, contado um milagre após o outro e cheia de alegria e vida. 





Um comentário:

  1. Imoni! Você é muito importante para Deus, para sua família, especialmente para a Ju e para nós! Nunca deixe de escrever tudo no blog porque a Ju um dia vai ler ou você vai contar tudo para ela! E principalmente por nos fortalecer com sua história de luta, superação, amor e Deus!

    Abraços
    Adriana
    www.minhamaricotamaricotinha.com

    ResponderExcluir

Comenta vai!
Nós adoramos!