O mandamento


E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, 
e de todo o teu pensamento. 
Este é o primeiro e grande mandamento.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. 

(Mateus 22:37-39)



A única forma de amar é primeiro amarmos a Deus, não é possível amar-se ou amar alguém se não amamos a Deus primeiro. Podemos até desenvolver bons sentimentos, mas é impossível amar sem amarmos a Deus primeiro. O amor humano é egoísta, não suporta nada, se ofende fácil, ele não crê, não perdoa, se ressente com facilidade, não se doa, mas exige a doação do outro. 

Porém o amor de Deus, o amor que Ele gera em nós é diferente, ele tudo crê, tudo suporta e tudo espera. 

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso;
 o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha 
1 Coríntios 13:4-8

O amor só nascerá em nossos corações em sua essência divina quando crermos e amamos a Deus, por isso o primeiro mandamento é Amar a Deus sobre todas as coisas. Quando amamos a Deus, amamos os seus mandamentos e nele andamos, assim temos uma vida reta, cheia de amor, não um amor fingido ou de boca, mas um amor obediente.

É através do amor a Deus que também desenvolvemos o amor próprio, pois nos é revelado o valor que realmente temos e isso nada, nem ninguém rouba de nós e esse amor próprio essa revelação do amor de Deus por nós gera em nós amor pelo próximo.


Um exemplo disso foi o Rei Davi, sua atitude com o Rei Saul, honrando ele apesar de sofrer muito em suas mãos. Davi perdoou e amou a Saul apesar de todo mal que ele lhe fez, isso ele fez por que amava primeiro a Deus . (Leia a sua história em 1 Sm 24 e 2 Sm 2)

Um exemplo contrário ao do Rei Davi, foi Caim. Caim que matou seu irmão Abel por que já desrespeitava tanto a  Deus como a seu irmão. (1Jo 3:12)

Amamos por que somos capazes de amar, por que em nós não há lugar para o ódio, não por que as pessoas merecem.

Um comentário

  1. Que lindoooo...
    Devemos amar, ajudar ao proximo...
    Fazer tudo como queriamos que fizsse para nós mesmos...
    Lindas suas palavras!!!
    Bjs

    ResponderExcluir

Comenta vai!
Nós adoramos!

Topo